No dia 21 de setembro o Psiu Poético desembarca mais uma vez na capital paulista, para promover o Sarau Pré Psiu Poético, no Centro Cultural Patuscada Livraria & Café. O evento, que começará às 20 horas, é uma prévia da 33ª edição do Psiu Poético – Festival de Arte Contemporânea, que acontecerá de 4 a 12 de outubro em Montes Claros.

 

Na oportunidade, será feita uma grande saudação à poesia contemporânea, com apresentações artísticas e lançamento de livros. O curador do Psiu Poético e servidor público da Prefeitura de Montes Claros, Aroldo Pereira, estará autografando o livro Pedaladas Poéticas. Também representando Montes Claros, estarão presentes Karla Celene, autografando seu livro Kalimera, e Téo Azevedo, com a obra Cordel. De Diamantina, chegará Marli Fróes, com o seu Carnaverbo; de São João del-Rei, Jairo Fará trará seu novo Cidadezinha Biruta. De Belo Horizonte chegará Brenda Marques Penna com seu Tsunamica, enquanto Sidnéia Simões levará o Desarmadilha. Do Rio de Janeiro, Luiz Turiba levará seu novo petardo, Desacontecimentos. De Niterói, Sady Bianchi levará Tráficos Utópicos. De Curitiba, Luiz Zanotti irá com o Urucuia:Próxima Parada. De Osasco, Vera Godoy levará o seu Encontro em Conto, enquanto, da própria São Paulo, a poeta e jornalista Rosani Abou Adal autografará seu novo livro Manchetes em Versos, e Vanderley Mendonça virá com seu Iluminuras Djami Sezostre com o Pênis do Espírito Santo .. A candanga e musa da Legião Urbana, Noélia Ribeiro, desembarcará de Brasília com os livros Escalafobética e BIP. E os poetas paulistanos Mavot, Carlos Benites, Mané do Café, o músico Nego Blues e a poeta de Montes Claros Tânia Fraga farão intervenções poéticas .

O Sarau Pré Psiu Poético, de forma itinerante, já percorreu diversas cidades brasileiras, como Ouro Preto, São João del-Rei, Diamantina, Bocaiuva, Januária, Brasília, Rio de Janeiro e Curitiba, enaltecendo a poesia em todas as suas nuances. O Centro Cultural Patuscada Livraria & Café fica na rua Luis Murat, 40, no bairro Pinheiros.

Sobre Performance: TSUNÂMICA
Performance de poesia sonora “Tsunâmica”, com a escritora-performer-musicista mineira Brenda Mar(que)s Pena – referência internacional em Poesia Sonora/Sound Poetry – de Belo Horizonte (MG). Tsunâmica é um tanto de pulsão, experimentação poética e celebração de um feminismo que mescla sensualidade, luta e vida em seu estado mais bruto”. São versos onde o eu lírico se expõe nua e cruamente, não apenas no papel, mas também na poesia sonora proposta pela autora, que gravou parte dos textos no intuito de torná-los ainda mais acessíveis.

 

A Autora
BRENDA MAR(QUE)S PENA é uma artista multifacetada: escritora, jornalista, fotógrafa, baterista e performer. Nasceu e vive em Belo Horizonte (MG), onde trabalha na Rede Minas Cultural e Educativa. Integra o Coletivo Contorno, as bandas Cáustica e Ablusadas, o grupo Corpo Língua de performance cênica e o núcleo de pesquisa em dramaturgia do Galpão Cine Horto. Atualmente pré-doutoranda, é Mestre em Estudos Literários pela Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG, cursando disciplinas de doutorado em Linguagens do CEFET-MG. É fundadora do Instituto Imersão Latina (IMEL). Diretora da Associação de Jornalistas e Escritoras do Brasil, em Minas Gerais – AJEB-MG. Autora dos livros:  Tsunâmica (Sangre Editorial, 2019) Manos Pulsantes (O Lutador, 2017), DESnaturalizados (Editora Saramandaia, 2016), Poesia Sonora – História e Desdobramentos de uma Vanguarda Poética (Editora Tradição Planalto, 2009), Utopias Possíveis: Imersão Latina: 10 anos (O Lutador, 2015) e organizadora das antologias do coletivo Nós da Poesia, atualmente na sexta edição. Seus poemas, contos, crônicas e ensaios foram publicados em diversas antologias nacionais e internacionais. Participa de Bienais do Livro e feiras literárias internacionais desde 2000. Apresentou performances poéticas no Brasil, Cuba, Estados Unidos, França e Argentina. E como pesquisadora no Chile, Venezuela e Dakar (África).