Dia Mundial do Livro: escritora Renata Spallicci usa a literatura como meio para transformar vidas

A escritora Renata Spallicci homenageia escritores e fala sobre o poder da literatura de mudar vidas, inclusive a sua própria


O Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor foi instituído pela UNESCO em novembro de 1995, para incentivar o gosto pela leitura e homenagear a obra daqueles que, pela escrita, buscam colaborar para o progresso social e cultural da Humanidade.

A escritora e empresária Renata Spallicci, autora do livro “Do Sonho à Realização”, celebrou a data através de sua rede social e falou sobre a importância que a ocasião tem em sua vida: “Nos últimos anos esta data ganhou um novo significado para mim, já que passei de leitora à autora. Tenho muito orgulho em saber que meu livro transformou tantas vidas e tocou tantos corações e mentes”.

Renata afirma que a escrita realmente mudou sua vida, mas não apenas a sua e conta o que a motivou a se tornar uma escritora: “quando eu decidi publicar o livro ‘Do Sonho à Realização’, meu objetivo era poder alcançar mais pessoas com minha história e experiência de vida. Hoje, a cada mensagem que recebo de leitores que se sentiram tocados pela minha obra, mais e mais fico feliz de saber que estou alcançando meu propósito de vida de inspirar as pessoas a realizarem os seus sonhos”.

A data também é uma grande oportunidade para revisitar obras inspiradoras de escritores que servem como referência até os dias de hoje: “Gratidão a todos os autores que me ensinaram e inspiraram, a todos os livros que formaram quem eu sou e a todos os meus leitores. E que a data de hoje seja um motivo de reflexão para todos nós sobre a importância dos livros em nossas vidas e em nossa formação e desenvolvimento”, conclui.